Cabelo seco – o que fazer? Saiba já!

A Alopecia Androgenética, mais conhecida por calvície, é uma patologia que afeta inúmeros homens e mulheres em todo o mundo. A cada ano que passa, a taxa de pessoas que padecem deste problema de saúde capilar aumenta significativamente, levando a que muitas se questionem porque o cabelo fica mais fino ao longo do tempo.

porque o cabelo fica mais fino

Na maioria dos casos, a influência genética é a resposta, porém existem alguns fatores externos ao nosso organismo que podem acelerar o processo de enfraquecimento do cabelo e consequente queda.

No tipo de alopecia androgenética, o enfraquecimento dos fios capilares assume uma evolução gradual devido à presença de recetores de dihidrotestosterona, hormona resultante dos altos níveis de testosterona que condiciona a saúde dos nossos folículos pilosos. Devido á influência que esta hormona tem na nossa saúde capilar, o nosso cabelo acaba por cair e as fibras capilares que voltam a nascer no seu lugar surgem mais finas. Assim, o cabelo acaba por enfraquecer e deixar de crescer com tanto vigor como acontecia outrora.

Mas apenas a genética influencia a queda de cabelo?

Não! À influência genética juntam-se inúmeros fatores externos que aceleram o processo de enfraquecimento do nosso cabelo e ajudam a entender porque o cabelo fica mais fino. Entre os mais conhecidos estão as fases de gravidez, no caso das mulheres, períodos de stress e, até mesmo, a exposição solar em demasia a que a nossa estrutura capilar está sujeita durante as férias sazonais.

Após o verão, o nosso cabelo tende a assumir uma identidade mais frágil e é na chegada do outono que, devido ao seu estado, acaba por cair. É nesta altura que a maior parte das pessoas assiste a uma maior tendência de calvície e procura ajuda para resolver esse problema.

Que tipo de soluções médicas estéticas podemos encontrar para solucionar a queda de cabelo?

Nos dias de hoje, são inúmeras as ofertas de mercado que visam resolver problemas relacionados com a perda de cabelo, porém nem todos apresentam resultados satisfatórios para o paciente. É preciso entender que nem todos os casos de calvície são indicados para determinados transplantes e tratamentos, ainda que muitas clínicas e centros médicos as realizem.

Em muitos casos, a zona dadora (zona de extração dos folículos a implantar) é bastante densa e permite a realização de um transplante capilar, conhecido pelo público em geral como a solução mais eficaz e rápida de ganho de cabelo. No entanto, existem algumas pessoas que apresentam fragilidades na zona dadora e, por isso, não se podem submeter a este tipo de procedimento médico estético. Nestes casos, em que o transplante fica aquém da solução, é recomendável a prática de tratamentos, como a Mesoterapia Capilar e o PRP Capilar (Plasma Rico em Plaquetas), como forma de solucionar a sua falta de cabelo.

Assim, consegue-se atribuir sempre uma solução a todo o tipo de calvície, sem que o paciente em causa se sinta frustrado por não conseguir resolver o seu problema.

Na Attica, temos à disposição uma série de tratamentos, desde a Mesoterapia Capilar até ao PRP Capilar, e transplantes (de cabelo, barba e sobrancelha) de modo a conseguir atender as necessidades de todos os pacientes e resolver todo o tipo de alopecia.

Para um melhor entendimento sobre o tipo de transplante ou tratamento a aplicar no seu caso, agende a sua CONSULTA DE AVALIAÇÃO GRATUITA com os nossos médicos especializados e qualificados, que irão encaminhar na solução mais adequado ao seu caso.